a autora



Quando nos perguntam "quem é você?", automaticamente dizemos nosso nome, falamos nossa idade, onde moramos. Mas quando nos perguntamos "quem sou eu?", a situação muda. A primeira coisa que vem é a sensação de incômodo gerada por não saber como responder. Eu sempre acho complicado responder quem sou, pois isso envolve diversas coisas e nem sempre tenho palavras que expressem tudo. Acredito que o que eu sou é, em parte, as escolhas que faço e quem caminha comigo. Eu procuro intensidade nas coisas do meu dia-a-dia. Não tem como nadar no raso. Eu sou oceano (...).


0 comentários: