quinta-feira, 9 de novembro de 2017

#184 - Não mudaria uma vírgula do que eu sinto


Queria que ele falasse comigo e me poupasse dessa aflição de "falo ou não?". Não... Eu queria ser líquida como todo mundo. Esse lance de falo com você por uma semana, um mês, um semestre e sumo depois, sem dar satisfação. Parece cruel, né? Mas é a realidade, cíclica e verdadeira na minha vida.

Isso me deixa chateada, porque eu não sei sentir um pouquinho. Se eu abro espaço e dou uma chance pra alguém é porque eu enxerguei verdade nessa pessoa. Talvez eu esteja precisando de uns óculos. Vai saber...

Estou chateada com o universo, real. Cansada de ser "enganada". Vou continuar me amando sozinha e dedicando todas as músicas fofas para mim! Porque, por pior que pareça, eu sou minha melhor opção.

domingo, 5 de novembro de 2017

#183 - Coisas de feriado

Eu estou me sentindo meio mal hoje, porém não sei exatamente o que está acontecendo... Talvez seja um misto de coisas. Um pouquinho de solidão ou revolta por estar sentido isso.

Eu passei o feriado praticamente inteiro com uma das minhas melhores amigas. Foi bem divertido, mas acho que vi de perto (novamente) o que é um relacionamento (dela com o namorado). E, ao mesmo tempo que me sinto sozinha algumas vezes, eu vejo que não toleraria muitas coisas que presenciei.

Talvez seja por isso que estou sozinha. Será que estou bem assim? Sinceramente eu não sei. Eu não sei mais o que esperar de mim e nem das pessoas. Às vezes eu fico pra baixo, depois eu quero é que se foda.

Ainda tem toda a questão das pessoas não se importarem mais com o que as outras sentem e isso me irrita. Acho que o problema são as pessoas (que estão perto de mim).

Algumas horas eu ainda cultivo certa esperança, depois eu só quero sumir mesmo. Será que eu deveria mandar uma mensagem?